• Mestre Arq.Urb Augusto Fonseca

Arch Hoje: Arch Detalhando Arquitetos- Renzo Piano


Boa tarde pessoal!

Este é o primeiro post do Arch Hoje, um feed diário de curiosidades sobre diversos temas. Aqui vamos aprofundar um pouco com algumas curiosidades dos temas que temos disponíveis no aplicativo e também de temas que vocês só vão encontrar aqui. Como sempre, todas as sugestões são bem-vindas. O tema de segunda feira sempre será “Arquitetos” e para descobrir os temas dos outros dias da semana acompanhem diariamente nosso site, o arquiteto de hoje é Renzo Piano.


Renzo Piano é, como o próprio nome já indica, italiano e e hoje tem 77 anos. Renzo com sua arquitetura High-Tech tem suas obras conhecidas e conceituadas mundialmente.

Renzo licenciou-se em 1964 na Escola de Arquitetura do Instituto Politécnico de Milão e em 1970, fundou a agência “Piano & Rogers" com Richard Rogers, seu sócio no projeto do Centro Pompidou em Paris.

Renzo e Rogers foram responsáveis pelo desenho do Centro Georges Pompidou (Centre national d'art et de culture Georges-Pompidou)! Esse centro é um complexo que abriga museu, biblioteca, teatros e exposições culturais. Na biblioteca do centro há uma enorme coleção de livros, acesso gratuito à internet, jornais e revistas de todas as partes do mundo e televisões com canais internacionais. Hoje é um dos lugares mais visitados de Paris.


​ Na época em que foi inaugurado em 1997, momento de crise da arquitetura moderna, o projeto foi considerado extremamente arrojado e muito fora dos padrões e devido a isso foi muito criticado. Porém, para alguns teóricos afirmam o projeto foi um dos marcos do início da pós-modernidade nas artes.

O Centro é ainda um dos principais exemplos da arquitetura high-tech - uma tendência dos anos 1970, mas que continua muito atual nos dias de hoje. É quase impossível, até hoje, não associar tubulações aparentes, vidros e estruturas metálicas com Renzo Piano.


Corte para Concurso

Outra obra que também achamos que seja importante, é da Academia de Ciência da Califórnia que Renzo Piano reconstruiu em 2008. Além de ser um grande exemplo da arquitetura high-tech, é uma referência no uso de tecnologias sustentáveis para uso público. A Academia está cercada pelo Golden Gate Park e esse foi um dos motivos pelo qual Renzo escolheu fazer a fachada com vidro, assim você tem a sensação de que está conectado ao parque.


Todo o telhado do prédio - uma superfície ondulada de 10.000 m² em homenagem às colinas de San Francisco - é coberto com 1,7 milhão de plantas nativas. Este "telhado vivo" é responsável por resfriar o interior do prédio durante a coleta de cerca de 13 milhões de litros de água por ano - sendo parte vinda da cidade de São Francisco, do Oceano Pacífico e das chuvas. Além disso, o museu também conta com 60 mil células fotovoltaicas para gerar energia e painéis solares para produção de água quente.


Conseguiram perceber a semelhança entre as duas obras? O Centro Georges Pompidou foi desenhado em 1964 e a Academia de Ciência da Califórnia reconstruída em 2008! São 44 anos de diferença, mas as características são muito semelhantes.


E aí, gostaram? Acompanhem diariamente os temas aqui no Arch Hoje e não se esqueçam de mandar as sugestões para nós.

Obrigado e até amanhã!

Equipe Arch Search.


 

 

 

 

Arch Search é uma empresa completamente educacional e todo conteúdo em nossas plataformas possuem Copyright © 2020 - Arch Search - Arquitetura Educacional - Todos os direitos reservados.

Os seguintes segmentos vistos em nossas plataformas tais como: • archsearchapp.com.br • Arch Search Academy • Canal Arch Search Tv - Broadcasting Architecture • Editora Arch Search • Perfis de nossas redes sociais fazem parte e são marcas registradas Copyright © da Empresa Arch Search Arquitetura Educacional.