• Mestre Arq.Urb Augusto Fonseca

Arch Hoje: Arch Projetos - Amazon Spheres


Fala pessoal, tudo certo???

Voltando com mais conteúdo nesse ano letivo que promete ser muito bom, esperamos que todos tenham tido descanso e carregado energias para ralar nos semestres, galera nova e galera que já nos conhece, fiquem ligados em todos os conteúdos que preparammos esse ano para vocês!!!

Em breve vamos ter a volta do Arch Search Tv e outras novidades vão pintar por aí, fiquem ligados em nosso Instagram e Facebook e no Youtube para não perder nenhuma atualização e ficar sempre por dentro do mundo da arquitetura!!!

GALERA NOVA:

-Baixem nosso app disponível de graça para todas as plataformas

-Se inscrevam no canal Arch Search Tv no Youtube para não perder nenhum video que saí de terça e sexta ( Volta em abril com novidades)

-Coloquem o site na barra de favoritos para não perder nada do conteúdo que sai de segundas, quartas, quintas e sextas

-Visitem nosso livro na Amazon Brasil e se gostarem, comprem =D

-Nos sigam nas redes sociais

Essas são suas tarefas básicas para aprender mais sobre arquitetura esse ano, bora pra matéria!!!

Nos dias de hoje é muito comum vermos as empresas oferecerem espaços de lazer e descanso para seus funcionários. Um dos grandes exemplos é o Google, que até já virou tema de filme - quem aqui já viu O Estágio?

Com toda a pressão que todos nós temos em produzir cada vez mais, às vezes é preciso desconectar um pouco para pensar.

É exatamente aí que entra a arquitetura. Hoje vamos começar uma série de matérias que falam sobre esses prédios cheios de novidades e inovações derivadas da arquitetura que trabalham em favor do bem estar dos funcionários.

Começando hoje com o The Spheres, um espaço maravilhoso na sede da Amazon em Seattle. A ideia do espaço começou para ser um ambiente para funcionários pensarem e estarem em contato com a natureza, mesmo que no meio da cidade.


A ideia

A ideia começou como um jardim interno e ficaria dentro de um edifício de vidro curvo cheio de plantas e árvores altas. Durante o planejamento inicial, a equipe de projeto estudou a forma e a função de vários conservatórios semelhantes a esferas em todo o mundo, incluindo o Kew Gardens do Reino Unido, o Mitchell Park Conservatory em Milwaukee, WI e La Biosfera em Gênova, Itália. Eventualmente, três edifícios distintos emergiram, e sua forma e geometria evoluíram ao longo do processo de design.

A construção

Junho de 2015 marcou o início da construção do The Spheres. As esferas são na verdade dois edifícios diferentes - uma estrutura externa com um núcleo de concreto interior. O núcleo foi feito com 12 milhões de libras de concreto reforçado por 2,5 milhões de libras de vergalhão. Na base das Esferas, um feixe de 400.000 libras transfere as cargas pesadas de gravidade, vento e forças sísmicas da fachada de vidro e aço para colunas nos andares inferiores.

A estrutura de aço

O edifício consiste em módulos pentagonais alongados que aparecem 180 vezes nas três esferas. Ao conectar cada ângulo do módulo a um hub centralizado, os arquitetos criaram um padrão fluído, porém modular, que poderia ser repetido em todo o edifício. Um fabricante de aço em Oregon produziu em massa os módulos que foram enviados no local e montados como um quebra-cabeça.

Acabamento de vidro

A fachada das esferas contém 2.643 painéis de vidro. A última vidraça foi colocada em funcionamento em dezembro de 2016. As usinas da região precisam de mais luz do que o tempo de Seattle geralmente fornece, portanto, o tipo de vidro selecionado para a fachada era importante. O vidro escolhido é ultra claro e energeticamente eficiente, com um interlayer de filme para impedir comprimentos de onda infravermelhos que produzem calor indesejado. Para testá-lo, a equipe de horticultura da Amazon construiu uma pequena estufa em Woodinville, WA, usando o vidro planejado para The Spheres. Esta estufa de simulação permitiu que a equipe testasse os níveis de luz, temperatura e umidade em um ambiente realista.

Paredes verdes

Com mais de 25.000 plantas tecidas em 4.000 pés quadrados de parede, as paredes vivas são uma demonstração inovadora da biodiversidade. Essas paredes são a ideia do Gerente do Programa de Horticultura, Ben Eiben. Ben e sua equipe montaram as paredes vivas, cultivando as plantas em painéis de malha na estufa. Quando os painéis estavam prontos, eles foram transportados e fixados à superfície de crescimento. Com uma preparação cuidadosa, a equipe reuniu a parede mais alta do The Spheres em apenas duas semanas!


Irado né??

Equipe Arch Search.


 

 

 

 

Arch Search é uma empresa completamente educacional e todo conteúdo em nossas plataformas possuem Copyright © 2020 - Arch Search - Arquitetura Educacional - Todos os direitos reservados.

Os seguintes segmentos vistos em nossas plataformas tais como: • archsearchapp.com.br • Arch Search Academy • Canal Arch Search Tv - Broadcasting Architecture • Editora Arch Search • Perfis de nossas redes sociais fazem parte e são marcas registradas Copyright © da Empresa Arch Search Arquitetura Educacional.