• Mestre Arq.Urb Augusto Fonseca

Arch Hoje: Arch Curiosidades- Análise São Paulo, a cidade dos anos 70


Fala pessoal, tudo beleza???

Nos toques finais aqui no estúdio para que muito em breve tenha o primeiro episódio da segunda temporada do Arch Coffee, estúdio novo e cara nova!!! Então, bora pra matéria!!



São Paulo é uma cidade dos anos 1970?! Bom, essa é a década que concentra o maior número de imóveis construídos e ainda em pé na capital paulista. A informação pode soar empoeirada para as novas gerações, mas, considerando que se trata de uma metrópole de 465 anos, comprova o fato de que a pujança urbanística é feito recente.


No total, são 760 mil casas, apartamentos, lojas e outras construções dessa década, o que representa cerca de um quarto dos 3 milhões de imóveis registrados no município.

Foi nos anos 70 que aconteceu o primeiro grande "boom" de verticalização da cidade por isso nos bairros Jardim Paulista, Pinheiros, Liberdade e Santa Cecília os que têm maior proporção de imóveis erguidos nessa década, totalizando 40% delas.

Vocês podem conferir um mapa interativo logo abaixo onde vocês poderam navegar e ver as manchas que mais aparecem de acordo com a legenda, importante ressaltar que 1 a cada 4 imóveis é da década de 70 na cidade de são Paulo.

💡 ATÉ ANOS 1950

💡 ANOS 1960 E 1970

💡 ANOS 1980 E 1990

💡 ANOS 2000 E 2010


"É por isso que a 'cara' urbanística de São Paulo é a tipologia que costumamos chamar de 'pirulito' no meio do lote", analisa o arquiteto e urbanista Valter Caldana, professor da Universidade Presbiteriana Mackenzie, "A ocupação do lote com recuos laterais de frente e fundo, absolutamente subaproveitados tanto do ponto de vista urbanístico quanto do ponto de vista do condomínio, é decorrente da Lei de Zoneamento de 1972", completa o Professor.

Importante falar que a segunda década em número total de imóveis na cidade é os anos 80, quando a ocupação regular de boa parte das zonas leste e norte se consolidou. São mais de 650 mil imóveis dessa década ainda de pé.

Quando deixamos de analisar década por década e vemos a idade média dos imóveis em cada distrito, o mapa da cidade fica parecido com uma cebola – quanto mais perto do centro antigo, mais velhos os imóveis. Na Sé, por exemplo, cada apartamento ou loja tem idade média de 52 anos – ou seja, o ano médio de construção é 1965. No outro extremo, está o distrito da Vila Andrade, na zona sul, e do Anhanguera, na zona norte. Ali, a idade média dos imóveis é de pouco mais de 15 anos.

E vocês acham que a cidade de São Paulo é uma cidade dos anos 70??? É importante fazer um assunto desse para gerar um pensamento e até uma pequisa por parte de vocês e tirarem suas próprias conclusões.

Aaaah, AQUI vocês podem conferir o Tour Arquitetônico pela Cidade de São Paulo do Arch Search, também disponível no nosso APP (download para todas as plataformas grátis), junte a galera, façam e aprendam!!!

Equipe Arch Search.


 

 

 

 

Arch Search é uma empresa completamente educacional e todo conteúdo em nossas plataformas possuem Copyright © 2020 - Arch Search - Arquitetura Educacional - Todos os direitos reservados.

Os seguintes segmentos vistos em nossas plataformas tais como: • archsearchapp.com.br • Arch Search Academy • Canal Arch Search Tv - Broadcasting Architecture • Editora Arch Search • Perfis de nossas redes sociais fazem parte e são marcas registradas Copyright © da Empresa Arch Search Arquitetura Educacional.