• Mestre Arq.Urb Augusto Fonseca

Arch Hoje: Arch Sustentável- Casa Passivhaus


E aí galera, tudo tranquilo?

Nos dias de hoje, quase todos os arquitetos e clientes estão preocupados em fazer projetos cada vez mais sustentáveis, confortáveis e que agrida cada vez menos o meio ambiente, certo?

Existe uma certificação chamada Passivhaus, que é a certificação que a obra recebe quando é aprovada em todos os requisitos para baixo consumo de energia e inclusive devolução de algumas coisas como a própria energia ou água. Hoje vou mostrar pra vocês o que o SEU projeto precisa ter para receber o certificado, bora?!


Para ficarem mais por dentro do programa, confiram o vídeo explicativo abaixo ( caso precise, ative as legendas em português nas configurações)



Para uma residência obter a certificação de Passivhaus, é necessário que em seu projeto e execução sejam respeitados os sete princípios abaixo:

1- Superisolamento: A casa passiva possui alta eficiência energética, a casa deve ser bem isolada do exterior, para obter um ambiente fresco interno quando está calor e quentinho quando está frio, sem recorrer aos tradicionais sistemas de climatização artificial que consomem muita energia elétrica.

2- Nada de "pontes térmicas": O projeto da casa passiva, deve ajudar a eliminar as pontes térmicas e as fugas do frio ou calor (esquadria que não está muito bem encaixada, rachaduras nas fachadas e derivados).

3- Planejamento e desenho: Na casa passiva também é importante incluir no projeto a possibilidade de climatizar a casa com uma ventilação mecânica e aproveitar ao máximo a captação solar.

4- Esquadrias: A norma da casa passiva sugere a instalação de portas e janelas de alta qualidade, com bom isolamento térmico e acústico e vidros duplos ou triplos, uma vez que as esquadrias são responsáveis por bastante perda de eficiência térmica.

5- Ventilação mecânica e recuperação do calor: As casas passivas contam com a tecnologia de recuperadores de calor, um equipamento que melhora a qualidade do ar interior e permite que o ar frio do exterior seja aquecido pelo ar quente do interior, o equipamento não consome energia alguma, ele funciona mecanicamente.

6- Otimização do calor: Na casa passiva o calor gerado no interior da casa por seus habitantes, luminárias e eletrodomésticos é aproveitado no aquecimento no inverno.

7- O Software PHPP: Os conceitos do Passivhaus se aplicam concretamente mediante um programa informático, baseado no Excel, chamado PassivHaus Plannig Package (PHPP) o qual adapta o comportamento térmico do edifício aos parâmetros térmicos do modelo da casa passiva.



Para vocês saberem mais acesse o site oficial clicando aqui, lá vocês vão encontrar respostas para todas as dúvidas.


Arch Search.